Foram formados 5 Centros Acadêmicos (Letras, História, Redes de Computadores, Direito e Pedagogia)

11 de Set / 2018
No dia 06 de setembro, o movimento estudantil toma posse dos Centros Acadêmicos na Universidade Estadual de Goiás, câmpus Pires Do Rio. Foram formados 5 Centros Acadêmicos (Letras, História, Redes de Computadores, Direito e Pedagogia), e para a posse do mesmo, o Centro Acadêmico de História, Bolcheviques, no nome do vice presidente Wanderson Poloniato, levantou o nome da Rapper Mana Black.



Quem é Mana Black?

Mana Black é representatividade, ela usa o rap como voz, como um meio de resistência e representatividade da mulher negra contra a opressão social, o machismo e o racismo.

“Meu empoderamento vem da força de outras manas que me inspiram, que me fazem continuar. Mulheres de força e guerreiras, que nos fazem realmente ter orgulho da nossa voz. Não vamos mais ser silenciadas. Vamos ocupar todos os espaços para mostrar como nossa luta é importante e merece ser reconhecida”, dá o seu recado sem delongas.
Essa postura contestadora e nada conformista é a marca da artista, que também é atriz e modelo e atua como representante negra e feminista no rap goiano. “Desde que comecei fui atrás das minhas coisas, sozinha. Bati em portas, busquei parcerias, fiz trocas e tem dado tudo certo. Fui atrás das oportunidades. E eu sei que vai continuar assim, porque, independente do que alguém falar para mim, eu acredito no meu potencial e de todas nós mulheres”, afirma.

Assinado por: Wanderson Poloniato
Fotografia: Prof/ Doutor Vitor Hugo Abranche de Oliveira








Create Account



Log In Your Account